DIRETRIZ – ASGE – Papel da endoscopia no diagnóstico e tratamento das neoplasias císticas do pâncreas

DIRETRIZ – ASGE – Papel da endoscopia no diagnóstico e tratamento das neoplasias císticas do pâncreas
Compartilhe:

Screen Shot 2016-08-14 at 11.54.13 PM

 

Diretriz da ASGE publicada em julho deste ano na GIE sobre o papel da endoscopia no manejo dos pacientes com neoplasias císticas do pâncreas.

PRINCIPAIS RECOMENDAÇÕES:

A. Punção aspirativa guiada por ecoendoscopia (EUS-FNA) de qualquer lesão cística pancreática maior que 3 cm ou lesões com nódulo epitelial, ducto pancreático principal dilatado, ou massa suspeita.

2. Sugerimos que EUS-FNA é opcional em pacientes assintomáticos, em que exames de imagem transversal demonstram um cisto <3 cm e sem qualquer massa, nódulo epitelial ou ducto pancreático principal dilatado associado.

3. Recomendamos como testes iniciais a serem realizados no fluido aspirado do cisto de pâncreas: CEA, amilase e citologia.

4. Nós sugerimos que a avaliação molecular do fluido do cisto deve ser considerada quando os testes auxiliares iniciais de citologia e CEA forem inconclusivos, e quando os resultados dos testes possam alterar o manejo clínico.

5. Sugerimos a realização de antibioticoprofilaxia em todas as punções ecoguiadas em lesões císticas pancreáticas.

6. CPRE, pancreatoscopia e ultrassom intraductal pode ser úteis no diagnóstico e caracterização de IPMNs que acometem o Wirsung.

Link para o guideline completo

Compartilhe:
Foto de perfil de Admin
Por Admin