Doença Celíaca

Compartilhe:

Achados endoscópicos na Doença Celíaca

 

Os achados endoscópicos sugestivos de doença celíaca podem ser vistos no bulbo e na segunda porção duodenal.  No bulbo os achados são irregularidade e nodularidade na mucosa, algumas vezes com fissuras. Na segunda porção geralmente se encontram redução das pregas de Kerkring, nodularidade, fissuras, pregas serrilhadas e formação de mosaico. Em fases avançadas pode ser observada um desaparecimento completo das vilosidades.

Achados à luz branca:

Cromoscopia com índigo-carmim

A utilização da cromoscopia com índico-carmim pode ajudar, realçando as alterações da mucosa.

Magnificação

A cromoscopia pode ser associada à magnificação de imagem para uma melhor avaliação das vilosidades

 

Classificação

Existe uma classificação, publicada por Bonatto et al. que correlaciona os achados endoscópicos com os histológicos.  A seguir uma proposta de avaliação e a classificação de Bonatto.

Algoritmo para avaliação dos pacientes com achados endoscópicos suspeitos de doença celíaca. Bonatto MW et al. Endoscopy International Open 2016;

 

Classificação de Bonatto e correlação histológica.

 

Correlação dos achados endoscópcis à luz branca, cromoscopia, magnificação com a histologia.

 

 

Baixar em PDF
Compartilhe:
Foto de perfil de Admin
Por Admin