Esofagite de refluxo: principais causas e sintomas

A esofagite de refluxo é uma condição causada pelo processo inflamatório do esôfago, tubo responsável por transportar os alimentos da garganta até o estômago.

Esse processo inflamatório causa dor e/ou queimação, fazendo o paciente sentir uma espécie de calor no peito, comumente localizado na parte interior do esterno.

Se não tratada adequadamente, a esofagite de refluxo pode causar alterações significativas nas células da parede interna do esôfago, levando a um quadro mais grave da doença, chamado esôfago de Barrett.

Quais as principais causas da esofagite de refluxo?

A esofagite de refluxo costuma se manifestar pela sensação de ter o ácido do estômago subindo pelo esôfago.

Há um músculo, chamado esfíncter, em torno da extremidade final do esôfago. Ele se abre para possibilitar a passagem de comida e permanece fechado para impedir que o conteúdo presente no estômago retorne ao esôfago.

Esse anel, feito de músculo, quando não consegue se manter fechado o tempo necessário ou abre e fecha com muita frequência, acaba permitindo que o ácido do estômago e parte dos alimentos subam pelo esôfago. Esse movimento é popularmente chamado refluxo.

Como o esôfago não está preparado para receber o ácido estomacal, acaba sofrendo irritações e inflamação (esofagite), chegando a causar dores e incômodos.

As principais condições que predispõem essa falha de eficiência do esfíncter são:

  • comer abundantemente durante as refeições ou comer perto da hora de dormir;
  • deitar-se logo após comer;
  • excesso de peso;
  • gravidez;
  • hérnia hiatal, uma condição em que parte do estômago “sobe” pelo diafragma e chega a adentrar o tórax;
  • necessidade de sonda nasogástrica, em que um tubo passa pelo nariz e vai até o estômago visando transportar medicamentos e outras substâncias;
  • vômitos frequentes.

Quais são os sintomas?

Os principais sintomas da esofagite de refluxo são:

  • azia e queimação constantes, podendo piorar após as principais refeições;
  • refluxo para a garganta de um líquido amargo e salgado;
  • sensação de amargor na boca;
  • dor de garganta;
  • dor no peito;
  • rouquidão.

Como é feito o tratamento da esofagite de refluxo?

O primeiro passo é realizar o diagnóstico da esofagite de refluxo. No caso, o médico responsável leva em consideração o histórico do paciente, a avaliação clínica e os resultados de exames.

Os principais exames para avaliar a esofagite são:

  • endoscopia digestiva alta, para visualização da mucosa do esôfago, do estômago e de parte do intestino delgado;
  • pHmetria, para mensurar a quantidade de ácido estomacal que sobe pelo esôfago durante 24 horas e ver a relação com sintomas apresentados.

O tratamento, por sua vez, depende intrinsecamente do que for observado durante o diagnóstico. Em geral, a esofagite é uma doença que possui cura, mas é fundamental que o paciente siga todas as orientações do médico.

É preciso recorrer a determinados medicamentos prescritos pelo médico, além de promover mudanças no estilo de vida.

Tire suas dúvidas sobre esofagite de refluxo e outras condições do aparelho digestivo

A esofagite de refluxo é uma doença que demanda atenção e tratamento específico e costuma suscitar várias dúvidas aos pacientes.

Pensando nisso, a equipe responsável pelo GastroBlog promove informações verídicas sobre a doença e os exames a serem feitos, como é o caso da endoscopia.

Navegue pelo GastroBlog para acessar gratuitamente todos os artigos.

MAIS NOTÍCIAS

Doença de Crohn: sintomas e tratamento

A doença de Crohn é caracterizada por uma inflamação que pode aparecer ao longo do trato gastrointestinal, desde a boca até o ânus, mas costuma […]

Leia mais

Colostomia: o que é, quais os tipos e quando deve ser indicada

A colostomia é um procedimento realizado para ligar parte do intestino grosso à parede do abdômen. O principal objetivo é permitir a saída das fezes […]

Leia mais

O que é endoscopia por cápsula?

A endoscopia por cápsula usa uma pequena câmera sem fio para capturar imagens do seu trato gastrointestinal. A câmera usada para o procedimento está localizada […]

Leia mais

TENHA
A ENCICLOPÉDIA
DO APARELHO
DIGESTIVO
EM SUAS MÃOS

Loading