HDA em paciente com COVID-19 – pesando risco e benefício

HDA em paciente com COVID-19 – pesando risco e benefício
Compartilhe:

 

Paciente do sexo masculino, com 46 anos de idade, internado há cerca de 7 dias com diagnóstico de Covid-19. No momento fazendo tratamento padronizado, incluindo o uso de enoxaparina com a TC de tórax mostrando moderada quantidade de infiltrados bilateralmente. Evolui com melena e hemodinamicamente estável.

Os exames laboratoriais mostram valores de Hb 6,8 g/dl plaquetas 226 000, D-dímero 285ng/ml, ferritina 3970 ng/ml e DHL878 U/l.

Compartilhe esse quiz para mostrar seus resultados !


Apenas nos diga quem você é para ver o resultado!

MANEJO DA HDA EM PACIENTES PORTADORES DE COVID-19 Acertei %%score%% em %%total%%
Compartilhe:
Foto de perfil de Daniela Medeiros Milhomem Cardoso

Médica Endoscopista – Endoscopia Terapêutica
Hospital geral de Goiânia (HGG)
Hospital das Clínicas – UFG – EBSERH
Professora Assistente PUC Goiás

2 Comentários

  1. Foto de perfil de Bruno Martins

    Muito bacana Daniela. Existe uma cultura muito forte em favor de realizar a endoscopia o quanto antes nos casos de HDA. Infelizmente isso até acaba sendo fator de desentendimentos entre colegas, pois muitas vezes eles forçam o endoscopista a fazer mesmo sem o jejum adequado e às vezes até esquecem de uma atenção melhor no suporte básico. Você salientou dois estudos importantes mostrando que não adianta nada sair correndo e fazer as coisas no desespero. Um AHLS seria bem-vindo para nortear nossas HDAs.

    • Foto de perfil de Daniela Medeiros Milhomem Cardoso

      Olá Bruno! Você falou uma grande verdade! Em relação ao tema do quiz (Covid+HDA) vale a pena ter bastante cautela na hora de indicar uma intervenção endoscópica. Suporte básico e monitorização são os pontos mais importantes. Gostei da ideia do AHLS.

Deixe um comentário