Como me preparo para uma endoscopia?

A endoscopia é um exame muito importante. É preciso que o paciente realize um procedimento de preparação para que tudo ocorra de forma adequada. Acompanhe as principais informações sobre o assunto.

Leia também: Gastrite – principais dúvidas respondidas

O que é a endoscopia e para que serve?

Basicamente, a endoscopia é um exame que utiliza uma câmera guiada por um cabo, que é introduzido pelo trato digestivo até acessar o esôfago, o estômago e o duodeno (a parte superior do intestino delgado).

Para que serve

A endoscopia costuma ser indicada pelo médico aos pacientes que estão mostrando determinados sintomas, como dificuldade (ou dor) ao engolir, dores localizadas na porção estomacal, vômitos, queimação ou incômodos no trato gastrointestinal.

Entre as principais patologias que o exame de endoscopia pode identificar, estão: gastrite, refluxo, úlceras, doenças infecciosas, pólipos, tumores e câncer em diferentes estágios.

Como é feita a endoscopia?

Durante o exame, o tubo flexível (a que a câmera está acoplada) é introduzido pela boca do paciente e transmite imagens de todo o trajeto percorrido, para que o profissional de saúde possa detectar quaisquer anormalidades.

Trata-se de um procedimento que tende a causar incômodos no paciente, por isso pode ser feita a utilização de anestésicos, que envolvem desde spray na garganta até sedação, a depender do caso.

Na endoscopia digestiva alta, o procedimento pode durar até 20 minutos. Já em casos mais graves, ou quando há a necessidade de retirada de material para biópsia, o processo pode durar até meia hora.

Como me preparar para a endoscopia?

Ao se preparar para a endoscopia, é preciso cumprir todas as instruções passadas pelo médico. Na maioria dos casos, o paciente não pode ingerir alimentos sólidos por até 12 horas antes da endoscopia. Por outro lado, o consumo de água é permitido até quatro horas antes do procedimento.

Importante: o médico deverá ser informado acerca de qualquer medicação que o paciente esteja tomando. Também é importante deixá-lo ciente de alergias e outras condições de saúde, uma vez que talvez seja preciso interromper determinados medicamentos (principalmente os anticoagulantes e os antiplaquetários).

Além disso, é fundamental solicitar que um acompanhante esteja presente para conduzir o paciente de volta para casa após o procedimento.

O que fazer após o exame?

Muitas pessoas tomam sedativos para realizar a endoscopia, por isso, não podem dirigir ou operar máquinas após a realização do exame. É importante, também, que ele volte para casa de carro (e não de moto, pois há o risco de queda).

É preciso salientar que a garganta pode ficar levemente irritada ou até adormecida, além de o paciente poder sentir um leve incômodo no estômago. Outros sinais comuns são congestão nasal e espirros. Em todos os casos, não há motivos para se preocupar.

Contraindicações

Não existe uma contraindicação para a realização da endoscopia. Entretanto, pacientes com problemas neurológicos, cardíacos ou respiratórios devem informar o médico para que o procedimento seja realizado de forma adequada.

Endoscopia: acompanhe as principais informações sobre o exame pelo GastroBlog

O GastroBlog é um portal que reúne diversas informações sobre endoscopia e outros exames realizados em todo o sistema digestivo. Acompanhe o blog para ter acesso, em primeira mão, a todos os materiais de forma gratuita e com a certeza de estar diante de dados veiculados por profissionais de saúde.

Confira também: ligadura elastica esofago

Leia também: Endoscopia Digestiva Alta | Balão Intragástrico | o que é Disfagia ?

MAIS NOTÍCIAS

Constipação intestinal ou prisão de ventre: entenda melhor

A constipação intestinal, também chamada de prisão de ventre, diz respeito à dificuldade ou ausência de evacuação. Entenda melhor como se dá o problema e […]

Leia mais

Câncer de esôfago: causas, sintomas e tratamento

O câncer de esôfago se desenvolve nas células que revestem as paredes do esôfago. Obtenha informações relevantes sobre a doença aqui no GastroBlog. O esôfago […]

Leia mais

Varizes de esôfago: o que é e como lidar com esse problema

As varizes de esôfago podem ser entendidas como veias aumentadas localizadas nas paredes do esôfago. Entenda melhor como se dá essa condição, como ela interfere […]

Leia mais

TENHA
A ENCICLOPÉDIA
DO APARELHO
DIGESTIVO
EM SUAS MÃOS

Loading